FILHOS NO MESMO QUARTO - Cantinho da Li

26 agosto 2020

FILHOS NO MESMO QUARTO


A chegada de um novo membro na família já faz com que muitas mudanças aconteçam na rotina dos pais, agora você imagina mais um bebê a caminho. Os cuidados são redobrados, e as preocupações também. Mas ao mesmo tempo, a vinda de mais um filho traz novos conhecimentos, experiências e algumas dúvidas, como por exemplo, devo colocar os pequenos a dividirem o mesmo quarto?
Pois bem, a ideia de fazer com que os filhos dividam o mesmo quarto pode surgir de uma necessidade, pois os cômodos da casa podem ser pequenos, e não comportar mais um ambiente para outra criança, ou mesmo por opção dos pais, em fazer com que os pequenos tenham um convívio maior para criação de laços de amizade, companheirismo e confiança.
Mas, afinal, filhos no mesmo quarto é uma boa ideia ou não? Segundo alguns especialistas na área, não há uma regra específica para isso, a opção é mais uma decisão dos próprios pais. Por isso, se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, confira as dicas dos prós e contras de fazer os filhos dividirem o mesmo quarto.

Prós

Ajuda no convívio social das crianças
É muito comum que os pequenos, principalmente quando não têm muito convívio com outras crianças, que eles fiquem tímidos e, muitas vezes, se isolem na hora de brincar, conversar com outras crianças. Mas isso não é bom, afinal, aprender a conviver com outras pessoas é fundamental para que a criança desenvolva sua personalidade e saiba conviver com as diferenças. E, para os filhos que dividem o mesmo quarto, essa tarefa se torna mais fácil, pois desde cedo as crianças aprendem a lidar com os defeitos e qualidades um do outro. E isso irá refletir no convívio deles com outras crianças com muito mais facilidade.



As crianças aprendem a dividir

Ensinar os pequenos que os seus brinquedos e outros objetos podem ser compartilhados, às vezes não é uma tarefa fácil, principalmente na escola ou quando eles estão brincando com outras crianças. Mas para os filhos que estão no mesmo quarto isso se torna mais prático. Ao dividirem o mesmo quarto, as crianças aprendem desde cedo que compartilhar é uma tarefa comum, que faz parte da vida em sociedade, e isso estimula também a generosidade dos pequenos, a não serem egoístas.
Colabora na cumplicidade entre irmãos
Os filhos que dividem o mesmo quarto, não compartilham apenas um ambiente, eles dividem companheirismo. Convivendo no mesmo quarto faz com que as crianças compartilhem assuntos, decisões, opiniões, angústias, e assim um laço de cumplicidade e confiança é criado entre os irmãos.
Ajudam as crianças a sentirem mais segurança
Os medos são algo que com o decorrer do tempo aparecem na rotina dos pequenos, principalmente quando vão dormir. Medo do escuro, de dormir sozinho, entre outros. Mas, para filhos no mesmo quarto, isso pode não acontecer, ou caso aconteça, a criança se torna mais segura, a partir da presença do outro irmão no mesmo quarto, podendo dividir com ele o medo e angústia.

Contras


Falta de privacidade

Uma das principais dificuldades dos filhos que dividem o mesmo quarto é a falta de privacidade que há. Ao compartilhar o mesmo quarto, algumas tarefas que são comuns no dia a dia, não conseguem ser realizadas, como por exemplo, uma criança quer dormir em um horário e a outra não, uma precisa ficar sozinha em seu quarto, mas não consegue, entre outros. Essas dificuldades são comuns, e muitas vezes, conseguem ser contornadas pelos pais quando os pequenos são crianças, mas elas podem ficar mais complicadas depois que eles crescem, daí é o momento de cada um ter o seu canto.

Falta de espaço

Os filhos que dividem o mesmo quarto encontram outra dificuldade, estamos falando da falta de espaço. Independente se o ambiente é pequeno ou grande, o espaço se torna limitado para as crianças brincarem, dormirem, realizarem outras atividades no quarto, e isso pode se tornar um incômodo para os pais também.
Dificuldade na convivência entre os filhos
Ao mesmo tempo que, colocar os filhos no mesmo quarto pode aumentar os laços de amizade, companheirismo e cumplicidade, pode ocorrer também o desentendimento das crianças, afinal são duas pessoas diferentes, com personalidades distintas dividindo um mesmo espaço. Por isso, alguns conflitos podem ser gerados com os filhos que dividem o mesmo ambiente.

Nenhum comentário