As Crianças Estão Bem

by - março 25, 2020



Sabe aquela sensação de esta assistindo a um filme sessão da tarde? Ou ficou triste porque acabou e queria ver mais? Então que tal assistir uma série com os mesmos ingredientes que compõem as grandes obras-primas que embalaram a adolescência de muita gente? As Crianças Estão Bem (The Kids Are Alright) - Disponível na NETFLIX- tem tudo o que um bom filme precisa para tomar nossos corações. Para começo de conversa a série tem um ingrediente que nós, brasileiros e fãs de Todo Mundo Odeia o Chris e Os Goodbergs, aprendemos a amar: a narração. 



Essa comédia conta a história de uma família  católica irlandesa com oito filhos  que atravessa as rápidas mudanças da década de 1970, vivendo no subúrbio de Los Angeles. A série mostra os costumes da época, abordando os julgamentos e atribulações que uma família vivia naquela época. Durante esse período importante da história do país, os oito filhos dessa família começam a explorar o mundo e a descobrir mais sobre eles mesmos. 

As Crianças Estão Bem conta com a narração de um dos filhos do casal protagonista: Timmy Cleary, interpretado por Jack Gore. A forma com que a série aborda o cotidiano da família é muito bom de acompanhar. Durante os 23 episódios, com em média, 30 minutos cada acompanhamos a vida do pai Mike Cleary, da mãe Peggy Cleary e dos filhos Lawrence Cleary, Eddie Cleary, Frank Cleary, Joey Cleary, Timmy Cleary, William Cleary e Pat Cleary. 



Lawrence (Sam Straley) é o filho mais velho que não quer mais ser padre para o desespero do pai. É o filho com modos hippies, como falas comunistas que incomoda Mike. Lawrence é o personagem que mais claramente percebe o jogo de manipulação dos pais que usam e abusam da carência dos filhos em várias situações. Eddie (Caleb Martin) é o filho mais fofo, bondosos e que namora Wendi (Kennedy Slocum). Curioso que apesar de Peggy ter desconfianças no início da namorada do filho, as duas acabam se tornando amigas e Wendi ensina Peggy a ser uma mulher mais moderna. Já Frank (Sawyer Barth) é um personagem que irrita muitas vezes por ser extremamente fofoqueiro, com certeza o filho mais carente de atenção, já que faz de tudo para agradar. 

Temos também Joey (Christopher Paul Richards), um dos melhores personagens da série porque ele simplesmente consegue arranjar tudo a qualquer hora, inclusive um globo da morte na apresentação da escola. Joey é o irmão malandro, que adoro ver o circo pegar fogo! Depois temos Timmy, o protagonista, o filho artista da casa que quer ser ator e faz de tudo para chamar atenção de todos. Inesquecível a tentativa de Timmy de ser o preferido do pai e tenta lutar boxe ou quando a mãe acredita que ele está entrando na puberdade, quando o coitado só está usando cola nas suas marionetes. No entanto, Timmy não é o único com dotes artísticos, William (Andy Walken) canta muito bem e tem talentos com instrumentos musicais, é o filho mais inteligente da casa. E o penúltimo caçula é Pat (Santino Barnard), o mais tonto dos irmãos, ainda bastante ingênuo, capaz de ficar preso dentro de uma caixa do correio. Por fim, tem o bebê que quase não aparece. 

Criar oito filhos não é uma tarefa fácil, Peggy praticamente não faz outra coisa que criar os filhos, é uma mãe rígida, sarcástica e que se diverte muitas vezes com o sofrimento das crianças, mas é capaz de fazer qualquer coisa quando descobre que dois dos seus filhos podem ir para a guerra. Peggy é controladora, esperta e aos poucos vai aprendendo a ser menos machista, decide ter cartão de crédito, aprender a dirigir e descobre também a liberdade sexual. Já Mike ao longo da série, vai entendendo a importância de dar mais valor a esposa e ajudando-a a ser menos controladora com os filhos. As Crianças Estão Bem é simplesmente uma série para você sentar no sofá, pegar uma pipoca e curtir.












You May Also Like

0 comentários.