O potencial da música para crianças




Ao redor do mundo, bebês e crianças vão crescer ao som das cantigas de ninar e cirandas de roda tradicionais de seus países. Talvez, intuitivamente, já sabíamos de algo que vem sendo comprovado pela ciência atualmente: a música é um meio muito importante para o crescimento e desenvolvimento infantil. Não é de se estranhar que crianças que vivem em um meio onde a música seja difundida prosperem. E ela não é somente usada como prazer e estímulo para criança, mas também está se tornando uma forma de terapia eficaz para diversos distúrbios.  

A música é um dos melhores meios de aprendizado na primeira infância. Assim como na escola, uma temática como a “China” , por exemplo, pode ser trabalhada na aula de história, geografia, português, estudos sociais e artes; a música também pode ser vista como multi-disciplinar pois abrange diversos aspectos do desenvolvimento infantil. Nesta comparação, as “matérias” da escola seriam então os aspectos sociais e emocionais, a linguagem e o aletramento, a cognição e o desenvolvimento motor.

A música ajuda o cérebro a fazer as conexões necessárias para todos estes aspectos citados acima. Quando engajamos nossas crianças em músicas apropriadas para sua idade, elas se beneficiam profundamente. Neste artigo trazemos apenas alguns exemplos de como a música colabora para o desenvolvimento e amadurecimento da criança.

Crianças expostas à palavra cantada aprendem a falar e desenvolvem as habilidades de leitura mais rapidamente. Elas também desenvolvem habilidades sociais e suas emoções, ambas essenciais para uma boa socialização durante a inserção na escola e também para a vida toda!

Mas se pensarmos um pouco mais, podemos encontrar outros benefícios da música. As dancinhas elaboradas pelas professoras do maternal, não só ajudam na alfabetização mas também impulsionam a motricidade fina, a criatividade e imaginação. Fomenta-se também o livre exercício da compreensão e interpretação das musiquinhas favoritas.

A capacidade de concentração aumenta quando eles passam a tocar um instrumento musical, pois eles têm que se concentrar em uma atividade específica durante um longo período.

Uma outra modalidade de uso da música é a musicoterapia. Altamente benéfica, ela pode ser usada com crianças que apresentam problemas para desenvolver a fala. Este tipo de terapia também é altamente eficaz em casos de autismo e outros síndromes do espectro autista, permitindo à criança um canal de comunicação através da música.

A terapia não se refere unicamente às crianças, geralmente ela trabalha em conjunto toda a família, lidando com casos de depressão pós parto, por exemplo, a músicoterapia pode aproximar e melhorar a relação mamãe e bebê. Esta característica da terapia pretende açambarcar a  comunicação, o desenvolvimento físico e a ligação entre pais e filhos. No vídeo sobre musicoterapia você pode ver como esta modalidade tem sido usada no Reino Unido e como tem ajudado famílias inteiras.


O mundo da música tem muito a oferecer para as nossas crianças, estimule os seus filhos a escutarem música! 
Postagem mais recente Postagem mais antiga