Outubro Rosa



Mês de outubro chegando ao fim e não tinha como deixar de falar do movimento "Outubro Rosa".

Vou começar falando um pouco sobre a história do movimento, o Outubro Rosa tem sua história ligada a criação do famosos Laço cor de rosa pela Fundação Susana G. komem, que foi distribuído aos participantes da primeira corrida pela Cura, realizada em 1990 na cidade de Nova York/EUA.



Porém, em 1997 entidades nas cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram a realizar ações voltadas a prevenção do Câncer de Mama e as denominaram de Pink October, Outubro Rosa.

A popularidade do movimento expandiu-se de forma bonita, motivando as pessoas e unindo diversos povo em torno dessa causa tão nobre. E se tornou sinônimo mundial da luta contra Esmeralda que afeta as mulheres e é o segundo tipo mais freqüente de câncer no mundo, conforme dados da Organização Mundial de Saúde.


Outubro Rosa no Mundo

Contudo no Brasil, a primeira iniciativa de apoio ao movimento ocorreu em 2002, quando foi iluminado com a cor Rosa o monumento do Mausoléu do Soldado Constitucionalista (Obelisco do Ibirapuera). Essa iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes da luta contra o câncer de mama, apoiada por uma conceituada industria de cosmético européia. Desde então, vários Estados Nuno Brasil vem abraçando Movimento e iluminando seus prédios públicos.


Outubro Rosa no Brasil

Outubro Rosa em Sergipe

Tenho a felicidades de dizer que não teve nenhum caso de câncer em minha família. Mas pude acompanhar a dor que é, ter uma pessoa próxima sofrendo desse mal, e pior ainda, depender do tratamento oferecido pelo Sistema Único de Saúde - SUS.

Pude acompanhar desde a apreensão com o resultados da biopsia, a frustração de se submeter a mastectomia, a dolorosa e temida quimioterapia e dor de ver que ela não resistiu a batalha, mas não por força de vontade e falta de apoio dos que estavão ao seu lado. Mas si , por incompetência dos governantes, que deixam faltar remédios necessário para o tratamento.

Pergunto, de que adianta bonitas campanhas publicitarias de que a saúde publica vai bem, se pacientes voltam para casa sem fazer a quimioterapia,  por falta de medicamento?

O mês de outubro esta findando, mas luta contra o câncer de mama esta longe do seu fim. Temos que ter a consciência que não basta ter o Outubro Rosa, se as mulheres não fazem o simples exame de toque, quem dirá a mamografia  É muito importante o exame para prevenir-se,  eu fiz minha primeira mamografia com 31 anos, logo após o nascimento de Serginho e o falecimento da tia de minha amiga Helenilza (in memoriam). Me dei conta que doença ruim não pertencem só aos outros: a tia da minha amiga, a prima da minha mãe que mora longe. E não custa nada a gente se prevenir.


Postagem mais recente Postagem mais antiga