Carros 3

Hoje sábado foi dia de cinema. Quem é mãe de menino com certeza já assistiu o filem Carros da Disney várias vezes seguidas. Chorei junto com Serginho quando MacQueen se perde de carreta Mack e vai parar Radiator Spring na Rota 66, e quantas risados demos juntos com as maluquices de Mate. Pois bem, após 11 anos do lançamento do primeiro filme de Relâmpago McQueen a Disney apresenta Carros 3, filme parece dar continuação ao primeiro filme, quase nada lembra o segundo filme.

O foco volta a ser são as corridas das pistas ovais, e do relacionamento entre praticamente os mesmos carros do primeiro, até a entrada do seu mais novo rival nas pistas, que coloca o protagonista em uma situação um pouco diferente, remetendo até mesmo ao início do Carros 1, um personagem um pouco mais descontrolado. Depois disso o protagonista passa a viver sua aventura de se reerguer, mostrando uma série de novos personagens, todo um novo direcionamento, e é a partir desse ponto, que a animação volta as suas raízes, mostrando que Carros 3 é uma reformulação atualizada de Carros 1, mas com um protagonista mais adulto, com uma personalidade mais perceptiva e inteligente, sem deixar de lado a construção que teve nas animações anteriores.

O sentimentalismo é interessante, muito personagem mesmo carismático tem seus sonhos e suas vontades bem escrachadas, que parece nem se encaixar demais numa animação infantil, mas dá uma excelente lição de vida do começo ao fim. O humor é muito presente e interessante, além da aventura em si ser muito bonita visualmente, tudo parece ter um tom muito nostálgico não só para o filme, quanto para os personagens, uma combinação que deixa o filme super gostoso de assistir.











Postagem mais recente Postagem mais antiga