O amigo imaginário de Melissa Jones

by - janeiro 21, 2014


Primeira Blogagem Coletiva do ano do Blog Café entre Amigos, escrever uma texto sobre uma menina e seu amigo imaginário, parece difícil, mas vamos lá...
  
Melissa era uma garota normal, como qualquer uma de dez anos. Adorava usar os sapatos e joias da mãe. A única coisa diferente era seu amigo Bernardo.

No inicio Ana, sua mãe pensava que Bernardo era um coleguinha da escola, pois Melissa falava muito: Bernardo gosta disso, a Bernardo fez aquilo. Por Melissa ser muito magrinha os colegas da escola viviam colocando apelidos nela, e Bernardo tornou-se sua melhor companhia, pois jamais chamou a menina de 'galinha magricela' ou de 'palitinho'.

Sempre que Ana saia para o trabalho Melissa pedia para brincar com o Bernardo durante tarde. E assim os pais da menina acreditavam que Bernardo era um coleguinha da escola. 

Como passar dos dias Ana e o marido acharam estranho Melissa não querer ir mais para escola. Conversaram com a menina e disseram que na escola ela tinha amigos para brincar, e para surpresa de todos, Melissa respondeu que ela tinha Bernardo o tempo todo por perto para brincar.

A partir desse momento, todos fizeram uma retrospectiva e lembraram que Melissa ficava muito tempo, trancada no seu quarto, ouvia-se muitos risos dela, e suas voz como se estivesse conversando com alguém, quando não tinha outra pessoa além deles na casa, descobriram que 0 Bernardo era um amigo imaginária que a Melissa encontrou (inventou) para não sentir tanto  bullying praticado pelos colegas da escola.

A amizade imaginária de Melissa tornou-se complicada a partir do momento que a menina isolou-se de quase todos, precisando de ajuda de profissionais.

You May Also Like

0 comentários.