Todo Mundo um dia foi criança...

by - maio 15, 2013


Certo dia fui questionada pelo meu filho Serginho se um dia teria sido criança, não tive outra reação senão sorrir pelo inusitado da pergunta. Contudo, falei-lhe que todos fomos crianças antes de sermos adultos; que ele iria crescer; que ate as personagens de desenhos animados crescem.



Exemplifiquei falando-lhe da versão Jovem da Turma Mônica e do Cebolinha, da Luluzinha e do Bolinha, sem falar das Meninas Super Poderosas e a sua versão Geração Z. E porque não lembrar de Dora Aventureira e a Turma do Scooby-Doo. Entretanto, meditando no questionamento dele, constato no quanto o tempo é cruel, pois num dia somos os queridinhos da vovó para, logo mais a frente, até o próprio Bicho Papão nos abandona. Com isso perde-se o encanto das fábulas infantis, a “companhia” dos amigos imaginários. Livros ocupam o lugar dos lápis de cor e dos brinquedos, e as regalias são substituídas pela responsabilidade, afinal, a vida não se sensibiliza com birras e teimosias.

Tudo isso dá uma grande saudade...

O príncipe encantado não existe, no entanto, sapos encontramos todos os dias. E a Terra do Nunca, aquele lugar onde o Peter Pan vivia e as crianças nunca cresciam, temos a certeza que existe só no livros e no imaginário infantil.

Porém, eu disse que para mim, ele e Aninha serão sempre meus queridinhos, meu principie e minha princesinha. Porque para mãe filhos são sempre filhos, independente de serem criança ou adulto.


You May Also Like

0 comentários.