Qual foi o melhor e pior presente que ganhou de amigo secreto?


Festas de fim de ano aproximando-se, com suas festas de confraternizações  é claro. Nada mais natural que realizar um amigo secreto. Nada mais sugestivo do que esse tema para a Blogagem coletiva lá do Café entre Amigos desta semana.

O melhor presente que eu recebi foi em 1990, queria muito ganhar ele, mais minha mãe sempre dizia que era fútil, que poderia viver sem ter. Foi o disco Xuxa 5. Fiquei até sem graça em aceitar, pois extrapolava o valor que a professora tinha limitado para o presente. Mas minha amiga disse que a mãe dela disse que eu merecia. Fiquei super feliz.



Confesso para vocês que nunca recebi um presente nessa brincadeira que me decepcionasse, ao ponto de dizer esse foi o pior, como estudei em escola pública, as professores sempre limitavam um valor para não pesar no roçamento dos pais. Na fase adulta a turminha do trabalho trocou o Amigo Secreto pelo Amigo da Onça, onde o que vale é um bom humor de todos os participantes na hora de abrir os presentes, o pessoal sempre acaba dando dois presente, Consiste em cada participante desenvolver ou comprar para o "amigo da onça" dele algo que venha contra as suas idéias pessoais, tentando "chatear" no bom sentido aquele quem tirou.

Agora posso falar qual foi o pior presente que recebi de natal em toda minha vida, que até hoje guardo magoa dessa pessoa, porque não foi o fato dela ter dado um presente de 1,99 e ainda deixar o preço. Mas o que feriu foi as palavras ditas por ela na hora da presentação: " Liene é só um lembrancinha, mais é a sua cara". As pessoas tem que aprender que palavras machucam, que o vento pode sobra-las, mas a magoa em ouvir certas coisas ficam. Passei a noite toda me perguntado será que para ela eu não valho nada. Depois desse dia me afastei dessa pessoa, vai ver foi esse o recado que ela mandou com o presente. 





Postagem mais recente Postagem mais antiga