5 Mitos Sobre o Casamento Feliz

by - outubro 14, 2010



Casamento feliz, quem não quer? Seja que você esteja planejando se casar, ou esteja casada há muitos anos ou seis meses, E eu posso garantir, após quatro anos de casada, que casamento feliz existe SIM. O que não existe é aquela meleca açucarada que os contos de fadas e as comédias românticas nos vendem. Eu vou contar pra você tudo o que sei sobre como ter um casamento feliz – e é claro que anos de experiência e aprendizado não vão caber num único post. Um Casamento Feliz De Verdade Começaremos nossa jornada examinando 5 mitos sobre casamentos felizes. Esses mitos são conceitos enganosos, que não refletem a realidade. O grande problema é que muita gente, quando se defronta com essas situações, não sabe como agir, pois não sabia que esse tipo de coisa faz parte de um casamento saudável e feliz.

 Mito 1 – Não Há Brigas Nem Desentendimentos Os contos de fadas e os filmes românticos acabam onde a vida começa. Neles, não há brigas, não há desacordo nem desentendimento. Acontece que tampouco existem toalhas molhadas no chão, pratos sujos, hipotecas e egos. É absolutamente impossível que dois seres humanos vivam juntos, e não briguem. Num casamento saudável, as brigas tem seu espaço; os desentendimentos são discutidos e a raiva é expressada. Claro que isso não significa que brigar o tempo todo seja saudável, ou que gritar um com o outro é aceitável. É preciso aprender a brigar com respeito pelo outro, a extravasar a raiva e o ressentimento de forma produtiva. 

 Mito 2 – Tudo é Perfeito Além da inexistência das brigas, as pessoas pensam que num casamento feliz tudo é perfeito: quando um quiser falar, o outro sempre estará disposto a ouvir; quando um estiver carente, o outro dará colo; bastará pedir o que precisar ou desejar, para ser atendido; haverá consideração de um com o outro em todos os momentos; um sempre entenderá, compreenderá e apoiará o outro, etc. Balela. Estamos falando de um casamento entre seres humanos, certo? Ninguém é legal, considerado, atencioso e disponível o tempo todo. Algumas vezes você irritará, desapontará e enlouquecerá sua cara-metade. E vice-versa. 

 Mito 3 – Sempre Rola Tesão Este é um mito que apavora homens e mulheres. No entanto, é normal que hajam períodos (dias, semanas e até mesmo meses) durante os quais a libido de um dos dois, ou dos dois, esteja em baixa. As causas podem ser muitas, desde stress até algumas doenças. Muitos desentendimentos entre o casal também não ajudam o desejo. Caso a falta de tesão se extenda por um tempo prolongado, convêm procurar ajuda – médica ou psicológica. Mas é bom lembrar que o sexo tem seus ciclos naturais, e que um período de baixa libido não significa que o amor acabou ou que ele não se sente mais atraído por você. 

 Mito 4 – É Preciso Passar Todo o Tempo Possível Juntos A suposição de que você vai querer dedicar ao seu parceiro todo o tempo livre do qual disponha é muito romântica. E uma reverenda idiotice. Vocês vão passar por momentos nos quais não querem nem sentir o cheiro do outro, vão querer fazer coisas que não interessam ao outro, vão precisar de tempo em solidão ou com amigos/as. Tudo isso “areja” e renova a relação. Passar um tempo separados (seja algumas horas ou alguns dias) dá saudade, faz a gente lembrar dos porquês de ter casado com essa pessoa e perceber de quais coisas a gente sente falta. 

Mito 5 – Se os Dois Não São Parecidos, o Casamento Não Funciona Ah, as almas gêmeas. Idênticas como duas gotas de água. Compartilham os mesmos interesses, os mesmo círculos de amigos, os mesmos gostos e desgostos. Que coisa tão… …tediosa!
 
Afinal, você casou com uma pessoa ou com seu próprio reflexo? Ter algumas coisas em comum é ótimo, mas as diferenças é que vão enriquecer a relação. A não ser que essas diferenças sejam irreconciliáveis (e estou falando de coisas MUITO importantes, não do fato que você não suporte Axé e ele seja presidente do clube de fãs da Ivete Sangalo), elas ajudarão, e muito, a construir um casamento feliz.

You May Also Like

0 comentários.