Fim do ORKUT

30 setembro 2014


O Orkut foi criado em janeiro de 2004 pelo engenheiro de software turco Orkut Büyükkökten. Ele aproveitou o tempo livre (20% da jornada) que o Google dá aos funcionários para o desenvolvimento de novas ideia . Conheci e comecei a participar em junho do mesmo ano. Adepta as salas de bate-papos e aos amigos virtuais, logo o orkut tornou-se um vício. Mas como tudo na vida aos poucos ele foi perdendo a graça e em setembro de 2008 cometi o orkuticídio. Como o nome indica, essa é uma espécie de suicídio virtual, em que o internauta deleta seu perfil do Orkut.

Foram quatro anos inesquecíveis para mim, estava na faculdade e o orkut foi uma forma de estender as amizades feitas nos congressos. No inicio era bem legal, só podia participar quem recebia o convite e tinha que selecionar bem as fotos, pois só tinha espaço para doze, as vezes resolvia fazer uma montagem para colocar todo mundo. E não esquecendo da oportunidade que o Orkut proporcionou de reencontrar amigos que não víamos mais. Foi tanta gente, de ex-colegas de escola até amigos de infância que tinham ido morar em outros lugares.

As comunidades era o diferencial do orkut para as atuais redes sociais. A função das comunidades era agregar o maior número de pessoas com características parecidas que tinham a chance de conversar nos fóruns. Elas também eram consideradas uma extensão dos perfis, apontando as preferências de cada um. A mais famosa e que teve o maior número de membros foi “Eu odeio acordar cedo”, que chegou na marca dos 6 milhões de participantes. Nunca vou esquecer das madrugadas conversando nos tópicos de bate-papo. Engraçado que o que mais me fascinava no Orkut (as comunidades) foi o que fez abandoná-lo.



E hoje, para muitos que resistiam em não abandonar o Orkut, é o dia de dar adeus, será difícil esquecer de algumas características, como o tradicional recadinho “leio, respondo e apago” nos scrapbooks, a sorte do dia, os depoimentos dos amigos. O Senhor Google resolveu desligar plugue que mantinha vivo o Orkut. 


Trajetória do Orkut

Fotos e infográfico do site G1.com

3 comentários:

  1. Oi Li tambem gostava muito do orkut no inicio. Não gosto do facebook e como você sai do orkut logo. perdia muito tempo com ele

    ResponderExcluir
  2. Ah Li agora fiquei com saudade do orkut, encerrei minha conta segunda.

    ResponderExcluir
  3. Jamilly Maedolucas10 de outubro de 2014 06:47

    Eu era orkuteira de carteirinha. Criei minha conta logo no começo, depois perdi e refiz. Lutei muito para não aderir o face, mas aos poucos o orkut ficou vazio. Quando soube do fim me deu uma nostalgia enorme, corri lá e salvei minhas fotos e alguns recados enesqueciveis. Apesar de minha conta já estava inativa a anos, vai deixar saudade, pois foi nele que conheci as redes. Beijoa

    ResponderExcluir



Topo