domingo, maio 08, 2011

Ser mãe...

Existem vários tipos de mães, umas que cuidam demais, outras que são autoritárias; aquelas que deixam seus filhos crescerem de uma maneira mais liberal... Poderíamos citar vários títulos diferentes, e com certeza encontraríamos também muitas mães que se encaixam em muitos destes perfis ao mesmo tempo.
Ser mãe, educar, preparar aquele pequeno ser para uma vida...que tarefa séria. Muitas vezes podem surgir perguntas...Será que estou fazendo tudo certo?...Como a educação que estou dando irá interferir na vida de meu filho?...Será que eu sei ser mãe?...
Nem sempre as respostas aparecem no momento que deveriam, deixando estas interrogações abertas e gerando novas dúvidas. Mas com certeza, aquele sentimento indescritível de segurar seu pequeno bebê, alimentá-lo, vê-lo crescer, enfim, estar com ele, dando de sí aquilo o que puder dar...amor....qualidade*, são muitas vezes um ponto final às tantas dúvidas e medos que sempre irão surgir no decorrer da vida.
Imagine passar por isso na adolescência. Ser adolescente é viver um período de transição entre criança e adulto, é vivenciar novas experiências, reformular a idéia que tem a respeito de si mesmo e transformar sua auto-imagem infantil. Ser adolescente é viver entre o "ser e não ser". É um período confuso, de contradições. É quando o adolescente deve deixar de ser criança para entrar no mundo adulto, mundo este tão desejado, mas tão temido.
Então, por isso escolhi, hoje homenagear Luzmaia, que foi mãe na adolescência, e cumpriu o seu papel. Hoje ela é uma mãe com cara de amiga ou irmã das filhas, lindas como ela.



Ela foi mãe aos 15 anos, praticamente ela pulou a fase de adolescência. Mas nunca se arrependeu da sua experiência de ser mãe. Segue abaixo o um pequeno relato das sua emoções.

“Fui mãe muito nova aos 15 anos, foi muito difícil ver minhas amigas indo as festa e eu cuidando de um bebe ,mais quando eu soube que estava grávida nunca tive duvidas ia ser mãe !!!!!!hoje tenho 34 anos um filha de 18 e outra de 14 ,nunca acreditam que somos mãe e filhas ,tem seu lado negativo que são as etapas que vc pula como viajar com os amigos, sair , curtir ,namorar,estudar ..porque parei de estudar, só conclui o ginásio e já estava grávida , o cientifico e a faculdade conclui com as filhas grandes, ha e tb procurar uma roupa e não achar e horrível ,a mais velha já esta usando rsrsrsr...mais tem o melhor lado ,de ser mãe companheira ,ter paciência ,poder participar da vida delas e entender cada momento ,ate por termos idades próximas e me mantenho sempre atualizada ,saio com minhas filhas p festas ,ao cinema ,shop ,tenho um dialogo q nem todas as mães tem de mãe-amiga e gosto disso, me sinto bem em ser confidente delas ,e tb curtem qdo falo sobre minha vida pessoal e profissional ,estão sempre me apoiando em todas as circunstâncias nos momentos mais difíceis sei q elas estão aqui e que precisam de mim ....!!!!!sou muito feliz em ter as filhas que tenho não me arrependo hora alguma de ser mãe jovem , o importante e vc saber que tudo muda qd se é mãe mais nada é tão lindo e tão especial...

Copyright © 2016 Cantinho da Li , Blogger