Fenômeno Sandy e Junior

Resultado de imagem para sandy e junior


Quando Sandy e Júnior se apresentou no programa Som Brasil do Lima Duarte(1989), eu já tinha 12 anos,  gostava de ouvir as músicas do pai deles – Xororó e o tal sertanejo raiz- e fiquei fascinada, ela com 6 anos e ele com 5. Pareciam dois rouxinóis. Essa era uma época na qual nós, crianças, víamos na tv sempre outras crianças cantando (Trem da Alegria, Balão Mágico, os Abelhudos). No inicio pareciam que seguiriam o ritmos sertanejo, mas aos poucos vieram surgindo um repertório romântico com famosa versões de Celine Dion, Bee Gees, Whitney Houston , Laura Pausini, Kenny Rodgers e por ais vai).

Eram os anos 90, sempre lembro com nostalgia dos anos 80, período da minha infância. Dizem que em meio aos trabalho, casamento, filhos e os boletos que temos que pagar, é natural sentir nostalgia de uma época em que nossa única preocupação era fazer o dever de casa e tirar boa notas nas provas. Nesse tempo as músicas eram alto-astral, mesmo com a musica do É o tchan, o funk carioca, nem parecia o de hoje. Tornei-me adolescente e continuei gostando da dupla, entre as fitas cassete de New Kids on the Block, tinha a deles. Não dava para não gostar. As músicas podiam ser ingênuas, mas não eram bobinhas. Com raras exceções, não se encaixavam em nenhum estilo mais específico do que o pop genérico, romântico mesmo. E a imagem dos irmãos era a mais sadia possível. Lembro que sonhava um dia ter filho parceiros como eles.

No ano de 2001 tive oportunidade de ir a outro show da dupla. Foi inesquecível, por ter ficado ao lado do palco, por esta vivendo aquele momento. Mas, em 2007 foi anunciado o fim da dupla depois de 18 anos. O vazio deixado por eles jamais foi preenchido, a música brasileira se encheu de bumbuns e sofrências, sem ninguém cantando nada para os menores de idade. Sandy se casou, teve filho e seguiu carreira solo, sem jamais repetir o antigo sucesso. Júnior se tornou raro na mídia, trabalhando nos bastidores e optando por uma vida mais discreta. Casou e também teve um filho.

Fã que é fã não esquece, e passei a paixão por essa dupla para minhas filhas, sempre estamos lá tentando imitar as coreografias dos dvds dos da dupla que tenho. E 2019 eles anunciaram uma a primeira turnê em mais de uma década em comemoração aos 30 anos da primeira apresentação. Fiquei triste porque Aracaju não está na lista de cidade contempladas. Semana passada, os ingressos para os shows começaram a ser vendidos online, e quebraram a internet. Segunda tristeza: não consegui comprar ingressos para o show em Salvador/BA.

Sandy e Junior provaram que eles são fenômeno, nos anos 90 eram uma unanimidade nacional. Ricos e pobres, sulistas e nordestinos: todo mundo gostava dos filhos de Noely e Xororó. E eu, continuo na torcida dessa turnê se estender para demais capitais, e Eles passarem por aqui. 
Resultado de imagem para sandy e junior

Resultado de imagem para sandy e junior
 Resultado de imagem para sandy e junior

Imagem relacionada



Resultado de imagem para sandy e junior


Resultado de imagem para sandy e junior
Postagem mais recente Postagem mais antiga