sexta-feira, março 06, 2015

Tinker Bell e o Monstro da Terra do Nunca


Antes de Aninha, nunca havia assistidos os filmes da Tinker Bell, sabia que ela era a fada Sininho na Terra do Nunca. Hoje já assisti todas as aventuras dessa pequena fadinha, filmes voltados para um público específico, o das meninas que sonham com contos de fadas. Com O Monstro da Terra do Nunca, não foi diferente. O conceito por trás do filme é o de que não se deve julgar alguém pela aparência, sem lhe dar a chance de mostrar seu valor.

A nova história fala sobre o antigo mito de uma criatura lendária cujo rugido distante desperta a curiosidade de Fawn, amiga de Tinker Bell e fada dos animais, que não tem medo de infringir regras para ajudar um animal em apuros. Mas esse animal - enorme e estranho com olhos verdes brilhantes - não é bem-vindo no Refúgio das Fadas, e as fadas estão determinadas a capturar o monstro misterioso antes que ele destrua sua casa. Fawn, que consegue enxergar um gentil coração por baixo de sua horrível aparência, precisa convencer Tink e as meninas a arriscarem tudo para resgatar o Monstro da Terra do Nunca. Se por um lado a jornada de aproximação e amizade que nasce entre a Fawn e o Monstro é previsível, por outro a história traz uma ingenuidade cativante que, aliada ao belo traço do tal monstro, abrutalhado no visual mas capaz de feições meigas, envolve crianças e até adultos.


Personagens Principais 










Copyright © 2016 Cantinho da Li , Blogger