Larva de cachorro em crianças

Engraçado que sempre fico desviando das fezes de cães com medo do risco de pisar em fezes de animais e contaminar minha casa com vermes. Onde moro é comum as pessoas sarem para passear com os seus cachorro, porem são poucas as pessoas que tem consciência de levar uma "sacolinha" para recolher os fezes de seu animalzinho, outros, retiram os dejetos mas deixam as sacolinhas com as fezes em um canto das calçadas, já algumas pessoas preferem não ter o trabalho de colher o material deixando-o sempre no meio do caminho. 

Mas, o perigo da contaminação através de fezes de animais também acontece na areia da praia, e foi lá que Aninha que Aninha se contaminou com uma verme de cachorro ou bicho geográfico. Nome popular de uma doença chamada larva migrans, é causado pela presença de parasitas intestinais do gato e do cachorro no corpo humano. É algo bastante frequente de acontecer e pode acometer tanto homens quanto mulheres de todas as idades.

Parquinhos com areia, tanques e praias são os locais onde mais frequentemente as pessoas pegam bicho geográfico. Este parasita não consegue atingir regiões profundas do nosso corpo, ficando restrito às camadas mais superficiais. O sintoma que mais incomoda é a coceira, que à noite chega a ser mais intensa, provocando até insônia.As larvas perfuram a pele e passam a caminhar ao acaso, abrindo túneis microscópicos na pele, formando lesões serpiginosas, daí o nome de "bicho geográfico"


No inicio pensei que seria somente uma micose, mas Aninha reclamava muito e resolvi leva-la a um dermatologista. Não precisou de exames laboratoriais, basta uma análise clínica cuidadosa. Como o diagnostico foi rapido Aninha so precisou usar um creme no lugar da contaminação e tomar um remedio que a médica passou. Em cinco dias não tinha mais nenhum sinal do parasita no corpo de Aninha.

Porem, estes parasitas tendem a andar 5 cm por dia, podendo chegar a incríveis 15 cm por dia. Portanto, diante da presença destes túneis não há como restar dúvidas que se trata de tal parasitose. É caso raro, porém, algumas larvas podem chegar ao intestino humano através dos vasos sanguíneos. Nestes casos outros sintomas estarão presentes e o diagnóstico será mais detalhado. Após a certeza da causa do problema, deve-se dar início imediato ao tratamento mais adequado. 

Depois desse acontecido somente deixo os meninos brincarem, fazendo castelos, na areia bem proxima da água da praia, e nunca mais perto das mesas. Pois as pessoas tem costume de levar animais a praia e os bichos ficarem presos próximos as mesas.


Leia mais sobre:
Postagem mais recente Postagem mais antiga