Por que em algumas crianças o cabelo demora crescer?

04 novembro 2014


Aninha nasceu com poucos cabelos, parecia uma penugem, aqueles fios fininhos e loiro, chegavam a fazer cócegas na hora que dávamos um cheiro na nuca dela. No berçário era ela chamada carinhosamente por Aninha carequinha. Nunca vi problema nisso, a achava linda, parecia com a boneca meu Bebê da Estrela.
Só que Aninha foi crescendo e percebendo que as coleguinhas tinhas cabelos e podiam fazer penteados. A minha menina ficou carequinha até os dois anos, logo começarão a nascer seus cachinhos. Mas o cabelinho dela demora a crescer, e ela insiste em querer que ele fique igual ao de Rapunzel.
Procurei a pediatra, e ela como sempre, tranquilizou-me. Explicou que até o sexto mês, o cabelo da criança é chamado de fetal, o termo médico para os fios que são finos e claros. Depois, eles começam a engrossar gradativamente e vão sendo trocados. Esse processo pode acontecer até os 3 anos de idade. Por isso, em algumas crianças, o cabelo demora mais para crescer. O que ajuda os fios a crescerem fortes são os alimentos ricos em zinco, como feijão e lentilha, e em proteínas, como leite e ovos.
Mas você deve se perguntar por que uns bebês nascem com bastante cabelo, outros não?
São constituições das pessoas, não se sabe ao certo como elas nascerão, é a mesma coisa que um bebê nasce alto, outro baixo. O importante é que não tem relação com nenhum motivo de saúde da mãe. Também não influi se a gestação é de menino ou menina. Tem a ver com genética, é preciso lembrar que são dois pais e quatro avós para influenciar. Orientais, em geral, têm mais cabelos, os loiros nascem com um pouquinho menos. Existe bastante variação entre irmãos. Altera até o tom do cabelo, o tipo de cabelo: puxou mais a mãe, a família do pai. As fotografias de família podem dar uma boa dica.

Quais os cuidados com essa parte do corpo do bebê?
Nos três primeiros meses recomenda-se lavar com o sabonete próprio, o mesmo usado para o banho. Depois disso, já dá para usar xampu neutro.
Algumas mães ficam chateadas quando têm uma filha menina e ela é carequinha e todo mundo pergunta se é menino. O que fazer?
Pode-se usar faixinhas de elástico – bem larguinhas para não machucar - ou mesmo aquelas fivelinhas, se tiver um pouquinho de penugem para prender. Senão, grudar um pouco de sabonete ajuda a segurar um laço. Só é preciso observar as reações da pele: se não ficar marcado, se não ficar vermelho, se não estiver muito calor, se estiver no tamanho adequado, tudo bem.

Outra saída é furar as orelhas e usar brincos desde cedo. Pode-se furar desde o nascimento, se não houver nenhuma irritação ou impedimento nessa região ou, caso o bebê seja muito pequeno, convém esperar um pouquinho até o lóbulo crescer.
Aninha mesmo com pouco cachinhos, ela é super vaidosa. Adoro ir ao salão fazer penteados.

fonte:

Um comentário:



Topo