Feliz Dia das Mães


Domingo - das MÃES - já cansamos de ouvir que amor de mãe é especial, é amor eterno que se multiplica. Enfim, há um universo de amor a ser descrito, mas todos concordam que é algo imensurável.

Quem teve a oportunidade de ler o conteúdo com o depoimento de Luzmaia aqui no Blog em 2011 , pode constatar que ela foi mãe jovem, e desde o primeiro instante que soube da gravidez, e que em consequência dela deixaria de “curtir” a adolescência, não teve duvidas que seria mãe. Atualmente a filha mais velha de Luzmaia deu luz a Lara. Mãe jovem, avó jovem. Se antes ela parecia ser irmã das filhas, agora o que dizer da neta?

No entanto, a pequena Lara, veio ao mundo para coroar uma família. Pois ela faz parte de um clã com cinco gerações vivíssimas, e Lara, dentre ela, é mais privilegiada pelo destino, afinal, convive com quatro gerações alegrando-lhe a existência.

Para muitos é um privilégio conhecer a bisavó, e a nossa pequena tem prazer de ser paparicada pela trisavó (Ver tabela de grau de parentesco ). Muitos só conheceram a suas através das histórias contadas pela mãe e por fotos.

Na verdade, nesse domingo, quem merece um carinho especial aqui no cantinho é Dona Josefa Maria das Virgens, avó de Luzmaia e Trisavó da Lara. Por tudo que ela viveu e que construiu, por todas as gerações que vieram depois dela. Cada ruga representa uma história, uma experiência. Quantos conselhos foram dados e quanta paciência ela teve. Mais uma mãe no meio de milhões. Mãe do amor indimensonal, de cada momento, como capítulo, no entanto não ensaiados, mas vividos em cada geração dessa família.


Postagem mais recente Postagem mais antiga