quarta-feira, abril 10, 2013

As piores gafes que cometi




Tenho certeza que não há no mundo alguém que não tenha cometido, pelo menos uma vez, uma boa 'gafe'. Eu, pessoalmente já cometi muitas. Agora mesmo para selecionar umas, para citar aqui, estou morrendo de rir (rsrsrs). Alguns desses desatinos geralmente são ocasionados pela timidez, outros por falta de jeito e porque não, decorrentes da ignorância (falta de conhecimento). Ainda bem... que as minhas maiores 'gafes' foram realizadas no passado, pois nos dias de hoje, com toda essa tecnologia, os danos causadas por uma frase indevida é estrondoso.

Mas vamos lá! Para uma dessas minhas aventuras:

Aconteceu há em meados dos anos 90. Era minha primeira viagem com as amigas e resolvemos passar um final de semana em Salvador/BA. Como adoro acarajé, tinha que provar a iguaria da ‘terrinha’, ou seria uma viagem perdida. Bom. Chegando ao tabuleiro de uma baiana, pedi o desejado. Ela perguntou-me se queria quente ou fria. Respondi que queria quente. Na hora todos em volta olharam para mim. Gente! Eu não tinha noção daquele 'quente ou frio' e para o meu desespero soube, na primeira mordida, o bicho (acarajé) ardia, era pimenta demais!



Teve uma que foi sem noção mesmo, na época da faculdade, fazia estagio no setor de Projetos de Extensão Acadêmica. Então acaba conhecendo vários professores. Certo dia, encontrei um professor em um restaurante, ele todo educado, veio cumprimentar-me, perguntou se era meu noivo e falei que sim, e eu... pasmem... soltei logo é 'a sua filha mais nova' e a resposta dele: não é minha esposa. Não sabia onde enviar a minha cara de vergonha.



Outro desatino aconteceu em viagem também. Dessa vez foi no Rio de Janeiro, na época a TAM estava com uma campanha publicitaria do lançamento dos vôos direto para Londres. Estava com meu marido no Galeão (Aeroporto Tom Jobim), e nos separamos por instantes. Vi dois rapazes caracterizados com trajes da Guarda Real Britânica, e fui perguntar-lhes se tinha visto meu marido, dei todas as características, mas eles não responderam-me nada, perguntei mais umas duas vezes, e me irritei e falei se não tinham ensinados bons modos para eles. Encontrei Sérgio logo depois e contei-lhe o ocorrido, ele riu na minha cara. E me explicou que, se eles estavam caracterizados como os guardas da Rainha tinha que agir como eles, ou seja, mudos.



Para finalizar a última, foi num viagem também. Estava tomando café no hotel, e uma senhora estava sofrendo tentando fazer sair café da garrafa, comecei a falar para ela qual o procedimento correto para abrir a garrafa, mas a mulher continuo na labuta dela. Então, falei para meus esposo e ele riu ( novamente): ‘Liene ela não sabe falar português’. Ele foi lá e explicou para ela, o que eu havia dito antes. Nesse episódio descobri o quanto deve ser ruim ser analfabeto. Voltei para o cursinho de inglês, para nunca mais passar vergonha.


Como falei no início, todos cometemos 'gafes'. No entanto, temos que policiar para não causar um constrangimento maior. Mas, uma coisa é certa, é sempre bom termos histórias engraçadas, vividas por nós, para contar.


Essa foi mais uma participação na Blogagem Coletiva la do Blog Cafe entre amigos. Sintam-se a vontade e dê uma passadinha lá, para ficarmos sabendo das 'gafes de outro blogueiros. www.cafeentreamigos.com
Copyright © 2016 Cantinho da Li , Blogger