7 Novelas Inesquecíveis


De uns tempos para cá, deixei de assistir novelas. Primeiro foi à faculdade, estudava a noite e não conseguia acompanhar os capítulos. Depois Serginho nasceu, e veio o habito de assistir desenhos animados nos canais infantis na TV por assinatura. E hoje, por mais que eu tenha tempo e um aparelho de TV disponível, não tenho interesses por novelas. Sou viciada em séries, principalmente as de comedias (The Big Bang Theory) e investigativa (Criminal Minds, Law & Order, Bones). Mas já fui muito noveleira, segue a minha lista de novelas inesquecíveis:

1 – A Gata Comeu


Ela é de 1985, e chorei muito depois no último capítulo. Não sabia o que seria da minha vida sem ter que ver a cenas do professor Fábio e o menino do Clube do Curumim. Novela simples, romântica, humana, divertida! A Gata Comeu e tem como tema central a história de Jô Penteado (Christiane Torloni). A jovem, bonita, rica e mimada, não consegue encontrar seu grande amor. Já ficou noiva sete vezes, mas nunca se apaixonou de verdade. A vida dela muda, no entanto, quando Fábio Coutinho (Nuno Leal Maia) entra em seu caminho. O professor de uma escola de segundo grau é viúvo, pacato, conservador, embora liberal com seus alunos.

A trilha sonora da novela também deixou saudade, lembro muito das musicas Amigo do Sol, Amigo da Lua (Benito Di Paula) – Tema de Fábio, e I Should Have Known Better (Jim Diamond) – Tema de Lenita e Edson.

Foi à primeira novela a ser passada 2 vezes no Vale a pena Ver de Novo (1989 e 2001). Na ultima reprise, meu irmão caçula não entendia como eles estavam perdidos em uma ilha perto de Búzio e não usavam um celular, para avisar.

2 – Vale Tudo


Não me convidaram Pra essa festa pobre
Que os homens armaram pra me convencer
A pagar sem ver, toda essa droga
Que já vem malhada antes de eu nascer” (Cazuza)
   
Essa era musica tema de abertura dessa novela, foi à primeira novela das oitos que assisti. A novela Vale Tudo é um desses casos raro na teledramaturgia em que tudo deu certo: escalação bem feita, elenco enxuto e afinado, direção competente. Ainda era criança, quando a novela foi exibida e ficava chocada com os embates entre Raquel e Maria de Fátima (mãe e filha). Como podia uma filha, maltratar tanto uma mãe. Quem não se lembra que todo mundo perguntava: Quem matou Odete Hoitman? Dos porres da Heleninha, da franja da Lidia Brondi.
A novela Vale Tudo, é tão impressionante que ela poderia se manter atual (tirando o cenário e as roupas). Novela rica de realismo e em todos os diálogos entre os personagens, muita critica social. O ano passado o Canal Viva, reprisou a novela, e não perdi um capitulo.

3 - Pão Pão, Beijo Beijo

Essa novela é de 1983, e que eu lembre só assistir na reprise em 1990 no Vale a pena Ver de Novo.
Não tem como não lembrar do personagem Soro, e a sua família de imigrantes do Nordeste. Três personagens da novela protagonizam a cena: o motorista de ônibus Ciro (Cláudio Marzo), Soró (Arnaud Rodrigues), um imigrante nordestino que trabalha transportando mercadorias com uma carroça de mão, e Bruna (Elizabeth Savala), uma moça rica, autoritária e de temperamento forte. É a partir do encontro dessas três diferentes figuras que se desenvolvem as tramas da novela. Tinha como uma das musica na trilha sonora a musica Menina Veneno do Ritchie. Mas no fundo mesmo, eu queria ter um amigo como o Soró.

4 – Amor com Amor se Paga

Outra novela que só assisti na reprise, no Vale Pena Ver de Novo, em 1987.
Quem já não ouviu falar no Nonô Correia. Ele era um velho avarento, pão duro. Trancava a geladeira com cadeado, desligava a luz da casa e proibia os filhos de repetirem a comida nas refeições. Dava altas risadas com as cenas do Nonô e sua fiel empregada Frosina, que há vinte anos suporta as suas mesquinharias. Mas no final o coração do velho sovina amolece, ele se encanta e adota o órfã Zezinho, e muda completamente seu jeito. Que Influenciado pelo menino (Zezinho), Nonô acaba pedindo Frosina em casamento.

5 – A Viagem


Novela em que o foco principal era a Doutrina Espírita, pois a autora Ivani Ribeiro, teve como inspirações os livros kardecistas E a vida continua e Nosso lar, psicografados pelo médium Chico Xavier.

A trama foi marcada por grandes interpretações. Guilherme Fontes esteve em sua melhor forma como o maléfico Alexandre, Christiane Torloni e Antônio Fagundes emocionaram como o casal protagonista Olavo e Dinah, que se aproximam no inicio um com ódio do outro e acabam se apaixonando. Olavo acaba morrendo, mas no depois Dinah morre também. E mostra uma historia de amor que não se acaba depois da morte, um amor além da vida.
A novela também tinha o núcleo cômico, formado pelo pessoal da pensão da Dona Cininha ( Nair Bello)

Ah... não esquecendo, da musica tema de abertura da novela, A viagem do Roupa Nova:

Há tanto tempo que eu deixei você,
Fui chorando de saudade.
Mesmo longe não me conformei.
Pode crer... Eu viajei contra vontade.
O teu amor chamou e eu regressei.
Todo amor é infinito...

6 – o Cravo e a Rosa

Novela ambientada em São Paulo dos anos 20. Quem não riu com as estripulias do Casal: rude caipira Petruchio (Eduardo Moscovis) e a geniosa Catarina (Adriana Esteves), moça com idéias feministas e filha de pai rico (banqueiro).
Depois soube que a novela de Walcir Carrasco, foi inspirada na obra clássica “Megera Indomada” de William Shakespeare.

7 - O Clone


Para finalizar, O Clone, ultima novela que assisti do primeiro ao ultimo capitulo. Depois começou a vida de pré-vestibular: cursinho e depois faculdade...

Novela que falava um pouco da cultura muçulmana, numa época em que todos ainda estavam em choque, com o atento da Torres Gêmeas, em Nova York.

A novela, também abordou outros temas, como a dependência química e a Clonagem humana.

A história de amor, ou tema central era a historia de Lucas e muçulmana Jade. Confesso que pouco, interessava-me pelos dois.

Mas com certeza, não tinha como não ri com o pessoal do Bar de Dona Jura, e o pessoal do Bairro de São Cristóvão.

Mas ainda, quero voltar a ter prazer em assistir uma boa novela. Mas as tramas que surgiram nos últimos anos não prenderam minha atenção, acho que está fazendo falta autores de novelas como Janete Clear, Ivani Ribeiro e Dias Gomes. Desejo, que nunca pensem em fazer um remake da novela Vale Tudo.

Pronto, essas são minhas sete novelas inesquecíveis.
Postagem mais recente Postagem mais antiga

21 comentários:

  1. Oi Li, que linda seleção!Ah, eu amava a Gata Comeu, ótima interpretação da Cristiane !
    Abraço,
    http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA ! amei todas essas novalas. mas a gata comeu foi ótima ate hoje eu lembro de alguns capitulos. mas tenho2 filhos então novela já era, só o carrossel agora!!! BEIJOS!

    ResponderExcluir
  3. Olha só vendo através das Blogagens quantas
    novelas que são mesmo inesquecíveis, vc tem
    bom gosto, tem umas ai que são as minhas tbém
    Abraços e parabéns mais uma vez
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  4. Gostei das tuas novelas, eu ri mt com o Cravo e a Rosa kkk
    Mas o Clone ganhou meu coração.

    Beijos
    http://artescompaixao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Liene , também me lembro bem do Benito de paula cantando ,caramba como voce foi lembrar do Nôno correia meu exemplo de pão durismo ,se vou falar que é pão duro digo Eeeê Nono Correia !!rsrsr beijos adorei

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Também gostei de todas essas novelas, foram ótimas...

    Abçs

    ResponderExcluir
  7. Oi Li!

    Tudo bem?

    Gostei da tua listinha, na novela Vale Tudo dava vontade de bater na Maria de Fátima. Que mulher má!

    Parabéns!

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2012/08/7-novelas-inesqueciveis-10-bc-cafe.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Li! Gostei de ver a sua participação. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Tem muitas que eu nao asisti, nao sei se chegaram a passar aqui em Portugal, mas o clone e a viagem sim... embora me tenham apanhado numa altura em que eu nao ligava muito para novela!!!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Li, arrasooou na lista, mesmo eu não sendo super noveleira achei sua lista fantástica, colocaria todas na minha lista também, se coubesse. Bom gosto, um abraço!

    ResponderExcluir
  11. Seleção nota 10 adorei essas novelas, as de hoje jã não assisto mais.
    Me lembrei agora de algumas que citou, adorei.

    ResponderExcluir
  12. 3 novelas que citou não vi pois era menina, mas vou tentar ver se acho para comprar, já me falaram mesmo que foram otimas.

    ResponderExcluir
  13. Novelas que marcaram por beleza, boa historia e bom gosto, excelente post..me diverti muito com o cravo e a rosa.

    ResponderExcluir
  14. Além das novelas, amei a lembrança das músicas. Valeu a pena ter visto e relembrado aqui com você. Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá, querida
    O Clone me agrada muito pela cultura de um povo, tem cultura a experenciar...
    Fez muito bem em listá-la!!!
    Deus te cubra de bênçãos e te faça feliz!!!
    Bjs festivos de paz

    ResponderExcluir
  16. Que bacana gostei muito, lembrei de varios personagens dessas novelas.

    ResponderExcluir
  17. Muito bem escolhidas, novelas que vi e gostei muito, parabéns.

    ResponderExcluir
  18. Relação nota mil vi todas e adorei de vdd.

    ResponderExcluir
  19. Oi Li!Gostei das novelas que escolheu!Vale tudo foi um marco e me diverti com O cravo e a rosa!...rss...bjs,

    ResponderExcluir
  20. Amei sua lista..
    Também adorei a gata comeu... e a música "I Should Have Known Better (Jim Diamond)" eu adoro até hoje..
    Bom demais essas saudades né amiga?
    Beijinhos
    Sheila

    ResponderExcluir
  21. Oi Li. que seleção primorosa menina! Curti todas! Ai que saudades! Bjsss

    ResponderExcluir