Filhos devem ou não dormir com os pais???

17 julho 2012



Uma coisa eu aprendi com a pratica: a partir do momento que seus filhos nascem, sua cama fica pequena demais, e não me venham com ditado que lugar de criança é na cama dela, e que esse costumes deve-se começar logo quando é bebê.

Achei interessante dois artigos que li na internet sobre esse tema, foi o Criança na cama dos pais” da bebe.com.br  e o “Casais deixam berço e medo de lado para colocar bebê na cama” da MARIANA DESIDÉRIO Publicado na coluna Cotidiano da Folha.

É certo que dez em cada dez crianças entre 3 e 5 anos pede ou já pediu para os pais para passar a noite no quarto com eles e o habito de dormir junto com os pais é uma prática antiquíssima, que certamente facilita a vida na hora da amamentação, por exemplo, mas que também recebe críticas, pois os especialistas acreditam que poderá ser mais difícil dar um fim às mamadas noturnas do seu filho se ele estiver na sua cama. No caso de bebês amamentados no peito, pode ser ainda mais complicado, porque eles sentem o cheiro do leite da mãe, e muitos acabam desenvolvendo o hábito de acordar toda hora durante a noite para mamar, mesmo após já terem perdido a necessidade física de fazer isso.

Outro ponto importante ´que com o corre diário das vida de hoje, principalmente para nós mamães que trabalhamos fora, passar horas bem juntinhos na cama com os nossos bebes pode ser uma maneira de se conectar mais com eles, depois de um longo dia de separação. Em muitos casos, os pais sentem que é uma forma especial de se aproximarem dos filhos.

Para alguns casais o habito do filho dormir na cama torna mais difícil os momentos de intimidade e sexo. Se o seu filho dormir na sua cama, é bem provável que você precise planejar a hora de estar a sós com seu parceiro, em vez de esperar que ela aconteça espontaneamente. Dependendo da forma como você esteja se sentindo, isso pode ser um peso ou uma diversão. Diversão porque, vocês vão ter que ser mais criativos na busca de soluções para ficarem sós.

Particularmente adoro quando Serginho e Aninha adormecem comigo, mesmo tendo depois o trabalho de leva – los a suas respectivas camas. Até muitas colegas me condenam. Não adianta a gente ficar pensando no "e se...". Cada problema precisa ser solucionada no momento em que aparece. Ninguém pode predizer o comportamento de um filho. Se nos sentirmos bem em fazer algo desse tipo, temos mais é que fazer. Não existe isso de amor demais. Amor é sempre bem vindo

2 comentários:

  1. Oi amiga,
    Concordo totalmente com você.
    Também tenho amigas que me condenam, mas é tão bom quando minha pequena dorme comigo. Tento não deixa-la mal acostumada mas é dificel sem falar que meu marido tbm gosta.
    Minha mãe sempre fala, e a minha vida inteira vou lembrar, o tempo não volta, minha filha (que tem 5 anos) não voltará mais a ter 1 ou 2 anos, temos que aproveitar o hoje, e é exatamente o que faço.

    Bjs querida, adoro seu blog.

    ResponderExcluir
  2. AH sei la,cada um pensa de um jeito...o meu bebe de 1 ano e 7 meses dorme até a metade da noite no berço,as vezes ele dorme a noite toda no berço.mais nesses dias de frio até gosto dele pertinho de mim rsrs.Tbm sou do blogueiras unidas...e estou seguindo.venha conhecer meu cantinho e seguir tbm bjs
    http://blogcrisvaidosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir



Topo