Dia dos Avós





Julho, mês de férias, mês de comemorar o dia do Amigo, e que também dedica um dia para homenagear os Avós.


Comemoração essas de origem religiosa, pois nesse dia (26), homenageamos São Joaquim e Santa Ana, avós de Jesus Cristo, pois foram os pais de Maria, Nossa Senhora.

Ao falar de avós, como não lembrar da minha avó? Dona Anita, carinhosamente chamada por mim e meus irmãos de "Madinha". Lembro que as férias do mês de julho passavamos na companhia dela. Mesmo não sendo uma pessoa dispostas a participar das brincadeiras, amava os dias que passava ao lado dela, pessoa do campo, mesmo sem querer, sempre nos dava aolgum ensinamento. Quanta saudade do seu café ( torrado por ela mesma)! Do cuscuz de milho verde ... hummm.... delícia...

Conhecidência ou armadilha do destinho, foi justamento no dia dos Avós - 26 de julho de 2007 - que ela sofreu um AVC, que a levaria a obito seis meses, depois.
Sinto um misto de tristeza e saudade, pois não pude estar com minha avó nos seus ultimos dias. Pelo fato de estar gravida, minha mãe achou melhor não ir ao hospital.

Por um lado, foi muito bom, pois guardo-a na memoria como se viva estivesse. A minha sempre amada, saudosa e querida "MADINHA"


D. Anita
1922 - 2007
Postagem mais recente Postagem mais antiga

4 comentários:

  1. Nossos avôs são sempre especiais, fazem todas nossas vontades...

    ResponderExcluir
  2. São pessoas muito especiais .
    amam os netos como filhos.

    Beijo grande !

    ResponderExcluir
  3. Nossos avós marcam nossas vidinhas né? Por esse amor que são capazes de nos dar..
    Um beijo e uma linda homenagem a sua "Madinha"
    Sheila

    ResponderExcluir
  4. Oi Li :)

    Tudo bem?

    É sempre triste perder as pessoas que nos são queridas, isto inclui os nossos avós. A minha avó ainda tenho comigo, mas o meu avô já desencarnou. Custou muito, principalmente, porque nessa altura ainda não me tinha voltado para espiritualidade.

    Hoje o meu entendimento acerca da morte é de aceitação e compreensão. Agora sei que o meu avô está bem e isso deixa-me feliz. Entendo que quando morremos, regressamos a casa.

    Obrigada por seguires o meu blog e pelo comentário.

    Um beijinho,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

    ResponderExcluir