Xuxa e a Discussão Sobre Abuso Sexual

O assunto mais comentado da semana foi a entrevista de Xuxa ao Fantástico, onde a apresentadora confessou ter sofrido abuso sexual quando criança/adolescente.

Muitos falaram que a Xuxa foi movida pela busca rasteira de audiência; disseram que sua carreira está em decadência e ela teria feito isso para se promover. Na minha opinião, a própria Xuxa tem culpa por algumas pessoas duvidarem da história dela. pois ela mesma faz questão de apagar seu passado. Não existe aparição para vida artística no concurso de Pantera no carnaval do Rio de Janeiro de 1981; ela quase não toca no assunto do seu namoro com Pelé; não podem ser divulgadas sua fotos eróticas que fez para revistas; e quem dirá tocar no assunto do Filme Amor Estranho Amor, que ela interpretava uma prostituta (Como fã de Xuxa assisti ao filme e não vi em momento algum, Xuxa em cenas de sexo com o menino, mas sim a atriz que interpretava a mãe do menino, por isso o nome do filme Amor Estranho Amor). As vezes Xuxa parece que nasceu com 23 anos, quando começou a apresenta o Clube da Criança na extinta TV Manchete. 

Mas uma coisa não tem como negar: apos a revelação de XUXA, a Secretaria de Direitos Humanos informou que as ligações contra abuso sexual infantil tiveram 30% de aumento

No Brasil o abuso sexual contra crianças é tratado com um certo TABU, muitos acham que isso só acontecem no EUA, pois lá o tema é tratado com exaustão em filmes, series, livros e documentários.

O Brasil precisa amadurecer, as vitimas de abuso e violência sexual na maioria das vezes são tratadas com chacotas. Quem não se lembra do famoso médico Roger Abdelmassih que teve 56 acusações de estupro contra 39 pacientes. Onde no inicio ninguém deu credibilidade as denuncias dessas mulheres por ele ser um médico e famoso e que tratava famosa. Demos um passo importante após a CPI da Pedofilia, que foi responsável pela Criação da Lei Joana Maranhão. Lei batizada com esse nome em homenagem à nadadora que denunciou os abusos que foi submetida durante a infância por seu treinador.

Mas, até quando Xuxa, Joana Maranhão e tantas outras anonimas irão se sentir justiçadas, crianças não terão medo de falar o que estão passando ou acontecendo com elas.

Em casa, com meus filhos, procuro sempre conversa com eles. Perguntar o que aconteceu na aula, o que eles e o coleguinhas brincaram na hora do intervalo. Acho que se você estimular a criança a falar de igual para igual, ela passa a ter confiança e sempre contar o que aconteceu.








Cantinho da Li Copyright © 2009