Quatro estilos no canto do bebê

Uma amiga minha grávida me pediu uma sugestão para o quarto do bebê dela,ela ainda não sabe o sexo, está no 3º mês. Por coincidência a Revista Minha Casa desse mês veio com uma matéria justamente sobre quarto de bebê. Dar para encontrar todos os produtos aqui em Aracaju, depois posto aqui algumas lojas onde comprei os acessorios para o quarto de Aninha. Segue um resumo da matéria.
Romântico, esportivo, clássico ou descolado? Com móveis neutros – retos e de cores claras –, é possível compor decorações variadas para o espaço do pequeno. Mudam o enxoval e todos aqueles acessórios que tanto encantam

Tonalidades suaves se identificam com o universo feminino
Reunir berço, cômoda e poltrona de amamentar em uma área compacta, de 9 m², exige a escolha de modelos clean e com dimensões enxutas. “A base neutra do mobiliário branco permite variar facilmente as cores das paredes, do jogo de berço, do tapete e das almofadas”, afirma a arquiteta Andrea Pascale, de São Paulo. “Lilás e azul-hortênsia remetem à suavidade feminina. Enfeites delicados, a exemplo da borboleta e dos bichinhos de tecido, dão graça e pontuam o ambiente com tons mais fortes.”

Para um visual masculino e moderno, invista no tema esporte
Pais atletas vão gostar de fugir do tradicional azulzinho e privilegiar o verde na decoração, enriquecendo-a com motivos esportivos. “As pinceladas de azul-marinho, presentes no trocador e nos detalhes do enxoval, dão um ar masculino e atual ao quarto”, diz Andrea, que sugere cor de menta para a parede atrás da cabeceira e erva-doce nas demais. Por questões de segurança, deixe o berço sempre distante da janela. Se isso for impossível, mande instalar uma tela bem resistente e cortinas que filtrem o vento direto.

Branco e bege: elegância garantida para meninas e meninos
Para quem não gosta de muitos enfeites – que tendem a juntar pó e podem até causar alergias –, uma ideia eficiente e rápida de decoração é o adesivo. “Ele se torna o ponto focal do ambiente, dá personalidade e dispensa outros acessórios”, destaca a arquiteta paulista. O jogo de berço estampado de poás e o tapete com cara de ursinho completam a cena. A limpeza é fácil porque são poucos os elementos à vista, além de o piso ser de laminado e os móveis terem linhas retas e serem de couro sintético, como a poltrona.

Combinação de diferentes texturas traz ares contemporâneos
O espaço predominantemente azul e branco ganha vida com os acessórios salpicados de verde, vermelho e lilás. Divertido e descolado, o quartinho pode, então, acolher meninos e meninas. “O tapete em forma de bola de futebol ainda se associa ao universo masculino, mas, contrabalançado com a estampa de toy art do revestimento da parede, cria uma atmosfera unissex”, diz Andrea. Preste atenção no fato de o tecido colorido revestir apenas uma das grandes superfícies. Isso alegra sem carregar demais o cenário

Fonte: Revista Minha Casa Edição de Maio/2011 Editora Abril
Postagem mais recente Postagem mais antiga

0 comentários. Clique aqui para comentar.:

Postar um comentário