Quarto de brinquedo

Criança que é criança faz bagunça, né? Então nada melhor do que reservar um espaço da casa para eles ficarem à vontade


Um quarto só de brinquedos para a criançada brincar. Parece um exagero reservar um cômodo da casa só para isso — afinal, o quarto da criança também pode abrigar brinquedos — mas, acredite, não é! Um espaço específico para as mais variadas brincadeiras (não só atolado de brinquedos) permite que a criança se desenvolva melhor e com mais alegria.

Segundo a psicopedagoga Amanda Castanheira, planejar um ambiente específico para brincar torna-se um facilitador de aprendizagem, trazendo grandes benefícios ao desenvolvimento das crianças. “Um espaço com jogos e brinquedos lúdicos estimula as habilidades físicas, motoras e emocionais delas”, afirma a especialista em Ensino Infantil. Então, arregace as mangas e faça do quarto de brincar do seu filho um lugar mágico de que ele nunca se esquecerá.

Como moro em uma casa grande, resolvi transforma um quarto em um brinquedoteca. Serginho amou, ele chama de “meu quarto lá fora”, porque fica do lado de fora da casa. Um cômodo bem arejado e com muita luz natural é o ambiente ideal para um quarto de brincar. Optei por prateleira de plásticos fácil de encontrar, e caixas organizadoras também de plástico. Para Serginho e acostumando a ele próprio organizar e guardar os brinquedos.

Fiz um painel com foto deles e alguns parente para decorar uma parede que ele pediu para pintar de azul, as demais paredes coloquei uma cor clara, pintadas com tinta lavável para facilitar a limpeza. Segui a dica da arquiteta Ana Claudia Pastina “Não pode ser escuro, pois exigiria muita luz artificial para compensar. Se você quiser acrescentar cor, escolha uma parede em um tom mais forte ou dégradé.


Ficou lindo, digo a vocês foi a melhor idéia que tive. Pois com esse espaço reservado para ele não tenho que ficar pegando brinquedo espalhado pelo meio da casa, fica tudo no quarto, terminou a brincadeira é só fechar a porta e pronto.





Postagem mais recente Postagem mais antiga